ESPÉCIE

Macroinvertebrados – Crustáceos

Os Macroinvertebrados aquáticos constituem uma importante fonte alimentar para os peixes, são valiosos indicadores da degradação ambiental e representam um importante papel na reciclagem de nutrientes e produtividade primária dos sistemas fluviais. Encontram-se distribuídos por todos os ambientes aquáticos e apresentam uma grande variedade de formas e ciclos de vida. Vivem junto ao substrato (e.g. sedimentos, macrófitas, algas filamentosas, detritos), pelo menos durante parte do seu ciclo de vida. Um dos principais grupos taxonómicos a viver no meio aquático são os Crustáceos.

São Artrópodes, animais invertebrados com um exoesqueleto, corpo segmentado e apêndices articulados. Uma vez que o exoesqueleto é rígido, realizam várias mudas para poderem crescer.

Apresentam um par de patas por cada segmento. Normalmente a cabeça é muito grande e está fundida com o tórax designando-se cefalotórax. A maior parte dos Crustáceos são exclusivamente aquáticos. Têm representantes tão pequenos como as microscópicas Dáfnias, vulgarmente conhecidas por Pulga-de-água (Branchiopoda) ou outros de maiores dimensões como os Camarões ou os Lagostins (Malacostraca).

Podem ser filtradores, alimentando-se de partículas em suspensão, detritívoros, alimentando-se de matéria orgânica em decomposição ou predadores ativos, podendo inclusive comer pequenos peixes.

O Lagostim-vermelho (Procambarus clarkii), também conhecido por Lagostim-da-louisiana, espécie oriunda da América do Norte introduzida pelo Homem em muitos ecossistemas de água doce é responsável pela destruição de campos de arroz e pela predação e competição com espécies autótones.

Este lagostim exótico, tem contribuído para o desaparecimento do Lagostim-de-patas-brancas (Austropotamobius pallipes), espécie nativa portuguesa, que ocorre a Norte (Minho e Trás-os-Montes) e que se encontra em risco de extinção, quer pela introdução de espécies exóticas quer pela degradação de habitat.

Estatuto de Conservação
NE
Não Avaliado
DD
Dados Insuficientes
LC
Pouco Preocupante
NT
Quase Ameaçado
VU
Vulnerável
EN
Em Perigo
CR
Criticamente em Perigo
EW
Extinto na Natureza
EX
Extinto
1654608643213