ESPÉCIE

Discos

Habitat icon
Habitat
Zonas mais profundas dos rios
Tamanho icon
Tamanho
N/A
Origem icon
Origem
Nativo da América do Sul
Alimentação icon
Alimentação
Alimentam-se de Anelídeos, pequenos crustáceos e insetos, bem como de matéria vegetal
(Symphysodom sp.)

Nativo da América do Sul (Bacia Amazónica), o Disco é uma espécie de água doce que vive em zonas mais profundas dos rios, normalmente com fundos irregulares, rochosos ou com raízes de vegetação arborícola. Estes Ciclídeos têm uma forma de reprodução muito característica. A fêmea pode dispor até 200 ovos numa rocha ou tronco, que são depois fecundados pelo macho. Ambos os progenitores defendem e cuidam da postura e das larvas após a eclosão dos ovos. As larvas alimentam-se, nos primeiros dias de vida, de um muco produzido por glândulas na pele dos progenitores. Alimentam-se de Anelídeos, pequenos Crustáceos e insetos, bem como de matéria vegetal. Os Discos podem viver entre 8 a 15 anos. São peixes pacíficos, que vivem, normalmente, em pequenos grupos, embora sejam territoriais durante a reprodução.

Estatuto de Conservação
NE
Não Avaliado
IUCN e Portugal
DD
Dados Insuficientes
LC
Pouco Preocupante
NT
Quase Ameaçado
VU
Vulnerável
EN
Em Perigo
CR
Criticamente em Perigo
EW
Extinto na Natureza
EX
Extinto
FLUDiscos13_02_2022_